Você está aqui

Para oferecer suporte a empresas em escala realmente global, é importante entender as preferências locais.

Por isso, criamos uma equipe de especialistas em pagamentos locais, atendendo comerciantes em 146 países, com escritórios em locais-chave. Saiba mais sobre nossa experiência regional e como nosso conhecimento, dados e pesquisas locais podem ajudar sua empresa a maximizar oportunidades em todo o mundo.

Esteja você buscando o crescimento de mercados existentes ou se expandir em novos, podemos ajudá-lo a superar um processo que pode ser complexo. Oferecendo à sua empresa a melhor plataforma possível para o sucesso.

Lanternas chinesas

Quando se trata de comércio eletrônico, a região Ásia-Pacífico é provavelmente a mais diversificada do mundo, contendo algumas das empresas de maior sucesso, bem como algumas que merecem atenção.

Paisagem da China

Abrangendo apenas uma pequena porcentagem dos gastos totais, o comércio eletrônico na China ainda é relativamente pequeno. Apesar disso, é o maior mercado de comércio eletrônico do mundo, no valor de US$ 827 bilhões, e deve crescer a cerca de US$ 1,5 trilhão até 2020.

Paisagem de Paris

A região EMEA apresenta uma ampla variedade de oportunidades para empresas on-line. Apesar de períodos recentes de incerteza, o setor de comércio eletrônico da região continua crescendo. A região contém uma combinação de mercados de comércio eletrônico estabelecidos, bem como mercados em desenvolvimento, como a Turquia.

Cidade japonesa

Em 2016, o comércio eletrônico japonês valia US$ 127 bilhões, tornando-o o segundo maior mercado de comércio eletrônico da Ásia e o quarto maior do mundo.

Litoral do Rio de Janeiro

Embora o Brasil atualmente seja o maior mercado de comércio eletrônico da região (com um valor de US$ 45 bilhões em 2016), outros, como o México, devem triplicar de tamanho até 2020.

Paisagem da América do Norte

Quando se trata de comércio eletrônico, os Estados Unidos continuam sendo uma das superpotências!

Paisagem de Londres

O Reino Unido está na vanguarda do comércio eletrônico desde o início. Sendo um dos primeiros a adotar o comércio eletrônico, o mercado do Reino Unido atingiu sua maturidade, e seu crescimento deve ser estável, em vez de dramático. O mercado ainda deve crescer 23% entre 2016 e 2020, atingindo US$ 213 bilhões.